Membro Honorário da Ordem de Benemerência / Medalha de Mérito Desportivo / Medalha de Bons Serviços Desportivos

Medalha de Cultura Física da Câmara Municipal de Lisboa / Medalha de Prata da Fed. Port. Colect. Cultura e Recreio / Troféu Olímpico 1996

Jornal e Rádio

A fundação do Jornal

A fundação do Jornal " O Casapiano" e do Programa Radiofónico " A Voz da Casa Pia" deve-se ao antigo aluno Augusto Poiares, uma referência da Casa Pia e dos Casapianos.

O Casa Pia Atlético Clube-Ateneu Casapiano honra-se do facto de ter sido a associação que durante mais anos teve no ar um programa radiofónico.

Em 1957 na Rádio Peninsular e na Rádio Voz de Lisboa, e sempre com a preciosa ajuda de Aurélio Carlos Moreira, Augusto Poiares deu alma a este nosso programa que conjuntamente com o jornal “O Casapiano” era o grande elo de ligação da Família Casapiana espalhada pelos quatro cantos do Mundo.

A “Voz do Casa Pia” foi ininterruptamente para o ar até 1975 nestas duas estações e ainda no Rádio Clube de Angola, Rádio Clube de Moçambique, Emissora Oficial da Guiné Portuguesa e na Radiofusão de Macau.

Em 1995 por gentileza da Rádio Renascença, o Programa renasce na sua Onda Média e até dia 27 de Julho de 2008, foi sem dúvida um programa de referência desta estação emissora e um orgulho dos casapianos.

Nestes dois períodos colaboraram como locutores e colaboradores, entre outros, homens como João Soares Louro, Franco Dias, João Paulo Dinis, Felner Roland, Carlos Dias, João Fonseca e por último Vasco Dinis.

A última equipa do Programa era constituída pelos Drs. José dos Santos Pinto e Fernando Costa, pelo Helder Tavares e pelo Carlos Correia. Porque referimos esta briosa equipa não podíamos deixar de destacar a excelente colaboração do Dr. Fernando Costa que emprestou a sua experiência de muitos anos de radialista ao programa trazendo-lhe a qualidade que todos reconheciam. Fernando Costa é mais um amigo e sem sombra de dúvida um casapiano do coração. Não tendo sido aluno da Casa Pia, em tempos difíceis, contribuiu e muito, para o prestígio das Instituições Casapianas. Bem Haja Fernando nunca esqueceremos o seu trabalho.